home Voltar ao site
Navegação
Fale Conosco
  • location_on

    São Paulo - Matriz R. Buriti Alegre, 525 Vila Ré . São Paulo . SP CEP: 03657-000 - Tel: 11 2023-9999

    Goiânia - Filial End. Décima Segunda Avenida, 321 A QD-60 LT-14 Setor Leste Universitário . Goiania . GO CEP: 74603-020 - Tel: 62 3926-8100

    Rio de Janeiro - Filial End. Rua Gildásio Amado, 55 . 6º andar sala 607 . Barra da Tijuca . Rio de Janeiro . RJ . CEP: 22631-020 - Tel: 21 3176-5950

    Tocantins - Filial End. 303 . Sul . Av LO 09 . Lote 21 . Sala 03 . Plano Diretor Sul . Edifício Bastos . Piso Superior . Palmas . TO . CEP: 77015-400 - Tel.: 63 3026.2354

    Belo Horizonte - Filial Rua Araguari. 358 . Térreo . Loja 03 . Barro Preto . MG . CEP: 30190-110 - Tel.: 31 3526.8870

Deixe sua Mensagem

    Congresso torna proteção de dados pessoais um direito fundamental do cidadão

    banner 10 LGPD - Congresso torna proteção de dados pessoais um direito fundamental do cidadão

    Foto: JanBaby/Pixabay

    A promulgação foi acompanhada por entidades do setor e representantes da União Europeia, que tem liderado as discussões no mundo sobre proteção de dados pessoais

    O Congresso Nacional promulgou nesta quinta-feira a emenda constitucional que torna a proteção de dados pessoais do cidadão um direito fundamental e atribui à União a competência exclusiva de legislar sobre esse tema (Estados e municípios, portanto, não poderão adotar regras próprias em suas regiões).

    Presidente do Congresso, o senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG) afirmou que a mudança mostra o “valor inegociável da liberdade individual” e garante a unificação da legislação sobre o assunto. “O novo mandamento constitucional reforça a liberdade dos brasileiros, pois ele vem instalar-se na Constituição em socorro dos dados pessoais do cidadão”, disse.

    A promulgação foi acompanhada por entidades do setor e representantes da União Europeia, que tem liderado as discussões no mundo sobre proteção de dados pessoais e regulamentação das grandes empresas de tecnologia.

    Relator da proposta de emenda constitucional (PEC) na Câmara, o deputado Orlando Silva (PCdoB-SP) afirmou que a promulgação conclui um conjunto de normas ao lado do Marco Civil da Internet e da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). “Tenho certeza que na revisão da autoridade nacional de dados vamos avançar e aprender com a experiência int

    Fonte: Por Raphael Di Cunto e Marcelo Ribeiro, Valor — Brasília

    4.4/5 - (19 votes)

    Marcadores: