home Voltar ao site
Navegação
Fale Conosco
  • location_on

    São Paulo - Matriz R. Buriti Alegre, 525 Vila Ré . São Paulo . SP CEP: 03657-000 - Tel: 11 2023-9999

    Goiânia - Filial End. Décima Segunda Avenida, 321 A QD-60 LT-14 Setor Leste Universitário . Goiania . GO CEP: 74603-020 - Tel: 62 3926-8100

    Rio de Janeiro - Filial End. Rua Gildásio Amado, 55 . 6º andar sala 607 . Barra da Tijuca . Rio de Janeiro . RJ . CEP: 22631-020 - Tel: 21 3176-5950

    Tocantins - Filial End. 303 . Sul . Av LO 09 . Lote 21 . Sala 03 . Plano Diretor Sul . Edifício Bastos . Piso Superior . Palmas . TO . CEP: 77015-400 - Tel.: 63 3026.2354

    Belo Horizonte - Filial Rua Araguari. 358 . Térreo . Loja 03 . Barro Preto . MG . CEP: 30190-110 - Tel.: 31 3526.8870

Deixe sua Mensagem

    Baixa adesão à NFC-e preocupa

    Baixa adesão à NFC-e preocupa

    Baixa-adesão-à-NFC-e-preocupa - Baixa adesão à  NFC-e preocupa

    Baixa adesão à NFC-e preocupa

    Apenas 58% dos postos já operam o novo sistema; atraso pode comprometer fornecimento de equipamentos e gerar sobrecarga.

    A notícia de que o Estado adotaria a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) gerou certa insegurança entre os revendedores no início do ano. Pri­meiramente, porque Minas foi um dos últimos a começar a utilizar o sistema eletrônico; segundo porque seria necessário mais investimento e tem­po para adaptação dos postos e dos escritórios de contabilidade que os atendem. 

    O problema, no entanto, tem residido na baixa adesão dos revendedores. No início do ano, in­formalmente, a Secretaria de Estado de Fazenda (SEF-MG) deu prazo até o fim de Outubro para que os postos se adequassem, contudo, até a conclu­são desta edição, poucos estabelecimentos man­tinham o sistema em plena operação. De acordo com Adriano Campolina, diretor de Planejamento e Avaliação Fiscal do órgão, somente 58% dos es­tabelecimentos haviam aderido à NFC-e, percen­tual considerado baixo pelo Minaspetro, tendo em vista o prazo estabelecido pela SEF-MG. Adriano confirma algumas reclamações de revendedores de que o sistema se mostrou ins­tável nos últimos meses. “Na última semana de setembro verificamos que havia muitas emissões represadas, mas o problema já está sendo tratado pela TI” adianta. Ou seja, a justificativa apresen­tada por alguns revendedores não mais procede. O cronograma de implantação do sistema está dentro do previsto, e a data final para a migração está mantida em 31 de dezembro de 2019.

    CADASTRO DE PRODUTOS

    No inicio do ano, muitos revendedores apon­tavam dificuldades para cadastrar produtos no sistema. Daniela de Paula, gerente Comercial da Plumas, empresa especializada em contabilidade de postos, confirma o problema. Ela alerta que é muito importante que o revendedor esteja atento ao registro e aos códigos, pois, se o cadastramento for realizado de forma equivocada, as consequên­cias serão inevitáveis. Por isso, um alinhamento com a contabilidade é fundamental para que o processo seja exitoso.

    A baixa adesão dos revendedores também tem resultado em sobrecarga para os fornecedores. As empresas de software confirmam que, se todos os donos de postos que se encontram atrasados solicitarem a migração de uma vez, faltarão equi­pamentos, e problemas no sistema poderão apa­recer. Ou seja, é preciso que o revendedor se cons­cientize e faça a adesão o mais rápido possível.

    Fonte: Revista Minaspetro – Nº 122 – Outubro de 2019

    5/5 - (1 vote)

    Marcadores: